Uma carta aos meus amigos para quando eu parecer distante

Queridos amigos, se não lhes contei sobre essa tragédia paralisante que estou enfrentando no momento, não é porque não considero o seu apoio útil ou não valorizo ​​nossa amizade. Significa simplesmente que não estou pronto para falar sobre isso. Meu coração não está pronto. Espero que você entenda que só preciso de algum tempo.

Queridos amigos, posso mentir para vocês e dizer “Estou bem”, embora, na verdade, esteja murchando por dentro. Acredite em mim, não há nada contra você – só não posso falar sobre isso ainda. Não fique bravo se eu estiver me sentindo distante ou se minhas respostas foram curtas, eu simplesmente não tenho forças para explicar tudo e estou lutando contra meus próprios sentimentos a cada minuto, apenas para poder passar o dia. Portanto, seja paciente, pois anseio por seu calor e conforto, porque vou precisar disso. Eu só preciso de algum espaço por enquanto.

Alguns eventos, como aquele que lida com perda e morte, são algo com que todos nós temos que lidar em algum momento. Mas não importa o quão preparados estejamos com o conceito de morte, sua chegada ainda pode abalar você até o âmago. Não importa há quanto tempo vimos isso acontecer, ainda seremos destruídos quando isso acontecer. É inevitável. Isso é o que acontece quando você ama e se importa muito com alguém. E se não víssemos? De repente, tudo deixa de fazer sentido, mesmo que tentemos entender. A negação pode ser mais profunda por causa de sua falta de oportunidade. Não estamos preparados para este vir tão cedo, talvez.

Mesmo enquanto estou escrevendo isso, ainda estou tentando dar sentido a tudo. Ainda não consigo colocar as emoções na página. Estou dançando em torno da verdade de que eles se foram. Não acredito, não posso. Eu ainda não sei. Sinto-me culpado quando não penso nas memórias deles, porque pensar neles me faz lembrar que não estão mais entre nós. Tenho medo de que a verdade – não, a aceitação dessa verdade – vá me destruir totalmente. Este ato de autopreservação é egoísta? Eu deveria gastar meu tempo repassando todos os momentos que tive com eles para que eu possa prolongar minha memória deles, mas não consigo fazer isso. Eu simplesmente não consigo. Eu sei que vou quebrar instantaneamente. Eu gostaria que tivéssemos mais tempo; talvez então isso seja mais fácil.

A verdade é que não importa quantas horas ou dias extras sejam concedidos, ainda vai doer como o inferno. Sempre queremos um pouco mais de tempo. Mas essa é a lei da natureza; às vezes isso é tudo que temos, então vou valorizar cada minuto que tivemos. Tenho muito mais a dizer a você, mas ainda preciso de mais algum tempo antes de poder lhe contar tudo. Por enquanto, direi apenas obrigado por fazer parte da minha vida – você a tornou infinitamente melhor e eu não trocaria nada no mundo por isso.

Queridos amigos, ainda não quero falar sobre isso. Sinto muito, ainda preciso de algum tempo. Neste momento, peço a todos que dediquem um tempo para cuidar de seus entes queridos, porque o amanhã não está garantido. Ame um pouco mais forte, abrace um pouco mais forte, fique um pouco mais; valerá mais do que você imagina.

@via

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *