Se você ainda estivesse aqui

Se você ainda estivesse aqui, eu diria que te amo. Nunca te disse o quanto te amo o suficiente e, sinceramente, me pergunto se várias vezes teria me sentido o suficiente. Deveríamos ter mais tempo. Deveríamos visitar tantos lugares juntos. Se você ainda estivesse aqui, eu te abraçaria. Eu lutaria entre querer abraçá-lo e querer segurá-lo com o braço estendido para poder dar uma boa olhada em você, mas o abraço acabaria vencendo. Quando você me abraçasse, isso me faria suspirar de alívio. Eu me senti seguro e relaxado. Eu sinto muito a falta disso. Lembra-se do ano em que Sam faleceu e sua surpresa me visitou porque sabia o quão triste eu estava, e ficamos parados na porta da minha cozinha abraçados por quase 10 minutos quando você chegou? Se você ainda estivesse aqui, eu faria isso. Gostaria de assar seus biscoitos de manteiga de amendoim favoritos e fazer chocolate quente para você. Eu diria a você o quanto sinto falta de sua cozinha e como você sempre foi melhor nisso do que eu.

Se você ainda estivesse aqui, eu contaria tudo que você perdeu. Quando saí do meu último apartamento, chorei porque podia ver você em cada canto e ouvi-lo ecoar nas paredes. Às vezes penso em como você nunca verá este apartamento e sinto sua falta novamente. Se você estivesse aqui, eu me sentaria no sofá com você e lhe contaria minhas aventuras em me mover até que sua risada enchesse o ar e se infiltrasse nas paredes. Eu sei que você não vai gostar disso, e eu realmente sinto muito, mas se você estivesse aqui, eu choraria. Senti tanto a sua falta e alguns dias parece que sempre haverá esse buraco no meu peito onde você deveria estar. Há momentos em que, sustentando a diversão, sinto que seria muito melhor uma experiência se pudesse partilhá-la com vocês.

Se você ainda estivesse aqui, há tantas músicas que você absolutamente adoraria, e há tanta dança que faríamos. Sinto falta de como uma festa dançante de três músicas na sala de estar se transformava em uma longa conversa no sofá onde ficaríamos até que um de nós bocejasse e talvez caísse no sono a esmo. Se você ainda estivesse aqui, eu lhe mostraria todas as páginas do meu diário que ninguém mais verá. Eu pediria conselhos e contaria todas as coisas que aprendi sobre mim desde que você partiu. Gostaria de mostrar a você todos os poemas que escrevi e compartilhar o final do romance que você nunca leu. Sinto falta de como você me pediria para ler em voz alta para você. Sinto falta de sentar no pátio com chá quente e cobertores, sussurrando como se as cigarras estivessem tentando ouvir todos os nossos segredos.

Se você ainda estivesse aqui, eu te agradeceria por tantas coisas. Eu agradeceria até você fazer aquela coisa de revirar os olhos e me dizer que é assim que os amigos devem ser. Eu cantarolaria a melodia de nossa música tema apenas para fazer você cantar a primeira linha até que ambos estivéssemos cantando e rindo sobre aquela longa noite com Jason em seu violão, onde ele escreveu a música para nós. Eu não canto desde que você se foi. Se você ainda estivesse aqui, eu pediria que me perdoasse por todas as vezes em que estive triste onde sabia que você não gostaria que eu estivesse. Peço que me perdoe pelas vezes em que não cuidei de mim mesmo, embora pudesse ouvi-lo em minha cabeça.

Se você ainda estivesse aqui, eu diria o quanto eu aprecio sua amizade e obrigado por definir a fasquia tão alta. Você foi a primeira pessoa a me fazer sentir aceita e compreendida. Você foi genuíno e nunca permitiu que o acesso a novas experiências o impedisse de se apresentar como realmente era. Se você ainda estivesse aqui, eu levaria tantas selfies com você contra a sua vontade, só para ter fotos para olhar para trás. Gostaria de pedir sua opinião sobre muitas das coisas que mudaram e surgiram desde que você partiu. Se você ainda estivesse aqui, eu diria que te amo e que não importa quanto tempo passe, prometo nunca te esquecer. Prometo nunca esquecer as coisas que aprendi com você e as memórias que fizemos. Prometo celebrar você em silêncio e escolher ser feliz sempre que puder. Mesmo que você não esteja aqui, eu prometo me amar tanto quanto você amou. Sempre.

@via

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *