Eu sinto falta dela, mas eu tenho que seguir em frente

O que é que eu sinto falta?

Eu sinto falta da presença dela? Eu sinto falta do jeito que ela entra em uma sala? Sinto falta de nossas memórias compartilhadas? Eu sinto falta de nossas verdades conectadas? Eu sinto falta do calor de seu toque? Ou sinto falta do sorriso que ela me dá e que conforta a alma? Eu sinto falta de nossas conversas? Ou eu sinto falta de nossos argumentos? Eu sinto falta de como o cabelo dela flui com a brisa? Ou como vou encontrar o cabelo dela em meus lençóis? Sinto falta do sentimento de pertencer? Eu sinto falta de ser abraçada? Sinto falta de compartilhar minhas vulnerabilidades mais secretas? Sinto falta de nossas aventuras, viagens rodoviárias e viagens de permanência? Eu sinto falta do sexo?

Eu sinto falta dela?

Eu acho que eu faço.

Mas tenho que seguir em frente e aceitar que nossos caminhos não foram feitos para seguir o mesmo caminho neste momento.

Tenho saudades dela, mas tenho que seguir em frente.

Sinto falta dela, mas preciso usar este espaço para criar amor e aceitação para mim.

É hora de deixar ir, sempre digo a mim mesma, pensando que estou romantizando o passado. Mas talvez eu esteja.

O que é que estou realmente desejando?

Anseio por companheirismo e a conexão que vem com ele. Anseio por carinho. Quero ser aceito, amado e sentido da maneira mais vulnerável e carinhosa. Eu quero que alguém seja capaz de descascar cada camada e ver o interior de quem eu sou.

Sinto falta do vazio em minha vida com o qual ela me deixou, mas preciso derramar dentro de mim. Meu coração ficou sensível com o desejo de curar.

Mas eu ainda sinto falta dela.

Alguns dias mais do que outros.

Eu não posso ajudar, mas me pergunto se ela sente minha falta também.

@via

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *