É seguro se apaixonar

É seguro abandonar o relacionamento.

É seguro se sentir bem.

É seguro deixar de lado os altos e baixos.

É seguro dizer: “Quer saber? Estou me escolhendo em vez dessa relação maluca. ”

É seguro escolher um sistema nervoso pacífico em vez de um sistema nervoso hiperativo.

É seguro gerar sua própria renda em vez de depender de seu parceiro.

É seguro ser você mesmo.

É seguro permitir que alguém ofereça gentileza, experiências inesquecíveis e segurança para você.

É seguro manter um limite, não mais repetir loops emocionais e drama com um parceiro.

É seguro saber que o amor foi feito para ser APRECIADO.

É seguro expressar seus sentimentos para permitir que sua vulnerabilidade aprofunde seu relacionamento, em vez de destruí-lo.

É seguro fazer perguntas sobre a posição do seu relacionamento.

É seguro se auto-refletir e buscar um significado mais profundo em cada interação, pois seu relacionamento representa um reflexo de você.

É seguro saber que somos o reflexo um do outro nos relacionamentos, sempre oferecendo oportunidades para que a cura e a bem-aventurança mais profunda ocorram.

É seguro se dedicar a alguém sabendo que isso pode não durar para sempre, mas confiar nisso irá aprimorar para sempre sua experiência de vida.

É seguro ir embora quando você não se sentir mais visto ou ouvido sem explicação ou debate.

É seguro compartilhar os limites sexuais e permitir que seu parceiro prove que respeitará os limites ou o tempo necessário para que você se sinta seguro.

É seguro compartilhar as demandas que você não atenderá.

Sempre foi seguro expressar o que está em seu coração.

Sempre foi seguro se apaixonar repetidamente.

E sempre foi seguro permitir que se apaixonar fosse a mais bela aventura de uma vida.

É só você escolher aparecer no processo para que a jornada possa se revelar.

@via

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *