A Mulher Terra | Catálogo de Pensamentos

A mulher terra viaja para o submundo. Ela é onde as formas de vida começam a evoluir para uma conexão pura. Ela é o lugar protegido onde descansamos a cabeça à noite – o berço da natureza e da vida. Ela é a pacificadora, a construtora, a mãe, a musicista, a analista, a ministra e a nutriz que incorpora a essência de seu coração em seu trabalho diário. Ela nos leva a uma aventura imperturbável em algo verdadeiramente honrado, fornece as habilidades para que isso aconteça e orienta com determinação a missão adiante. Ela é o solo que nos alimenta, o solo que nos sustenta e a estabilidade que nos enraíza na fé. Ela incorpora um certo poder de apoio, um santuário de conforto oculto e profundo que permite a todos os que entram em sua presença se sentirem infinitamente protegidos. Ela é o lugar onde esperamos pacientemente e construímos força interna e externa, expertise e dedicação, para então nos posicionarmos neste mundo. Do limite final da aventura, ela é o ponto de culminação e realização. Ela segura o controle de nossa linhagem, nossa inspiração, nosso legado, nossos anseios e nossos sonhos, impulsionando-nos a torná-los uma realidade solidificada. De acordo com esses sonhos, ela projeta o espaço, o clima e o ambiente de forma a garantir um certo nível de acabamento. Como uma cuidadora influente, ela deve agir da maneira que melhor sabe – servir, conectar, aumentar a consciência e encorajar a ação sólida que viaja através de seu corpo para todo o coletivo. Ela deve saber, não há dúvida que não pode ser superada, nenhuma obsessão que deva derrubar a mente, e nenhuma preocupação que valha o tempo perdido. Marcada pelo barro que escorre por seus dedos, ela esculpe um molde de terracota de dois mundos que unem dois em um, tudo para organizar uma vida serena que se estende além do conforto de sua pátria sagrada.

@via

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *